9 de dez de 2012

The Only Exception capitulo 11 - O garotinho.



"Você nunca esquece seu primeiro amor."

Annalu On

Logo que cheguei em casa fui direto para meu quarto, precisava de um banho pois o forte calor de San Antonio havia aparecido hoje.

Depois do meu relaxante e demorado banho desci e encontrei Robert na cozinha tentando fazer comida congelada virar nosso almoço, nada estava dando certo então resolvi o ajudar.
Durante o almoço ele me perguntava como tinha ido meu dia.
Robert – gostou da escola?
- é um ótimo lugar. – falei sem o fitar
Robert – fez amigas? – ele falou remexendo seu macarrão instantâneo, eu levantei meu olhar para ele e disse.
- Sim, Emma Calist e Melinda Goulart. – quando pronunciei o nome de Emma Robert automaticamente cuspiu que continha na boca e logo soltou.
Robert – Emma Calist?
- foi o que disse.
Robert – não acredito que virou amiga daquela garota irritante.
- qual o problema ela foi mais simpática que a loira siliconada.
Robert – Gabriella?
- essa mesma, a menina mal me conhece e já me ameaça. – falei um pouco aflita
Robert – Bem vinda as escola publicas priminha. – ele falou brincalhão
- não tem nada de engraçado nisso seu idiota.
Robert – não para você.
Nosso almoço foi assim cheio de assuntos sobre meu primeiro dia na escola.

Quando terminamos de almoçar me ofereci para lavar a louça já que Robert disse que iria a casa de Austin, ele ate me convidou mas arrumei logo a desculpa que tinha coisas pra fazer, bom eu realmente tinha, eu iria sair com Emma e Melinda a tarde.
Acabei de lavar a louça e fui me arrumar e descansar um pouco para esperar as meninas, assim fiz, tomei banho, troquei de roupa e fui pra sala descansar,deitei no sofá e liguei a tv,meus olhos começam a pesar até que adormeço.
- Annalu, Annalu, ANNALU!
Abri meus olhos lentamente e disse ainda sonolenta – o que é?
Emma – pronta pra ir?
Annalu – ir aonde?
Melinda – às compras né bobinha?! Kkk vamos – disse ela me puxando com a ajuda de Emma
Annalu – to indo, to indo – disse me sentando no sofá.
Emma - tava sonhando com o que?
Annalu – hã?
Melinda – também quero saber... Com o que estava sonhando?
Annalu – se levantando o mais rápido possível e indo a direção à porta pra tentar fugir do assunto. ~ eu não posso dizer que sonhei com o Austin, seria estranho, o que eu faço? ~ pensei – ah, com uma coisa sem importância,bem estranh...a – disse olhando para as meninas que estavam um pouco atrás de mim e detalhe: estava nervosa então nem sabia onde pisava,quando percebo que quase caio mais alguém havia me segurado...isso mesmo, meu anjo da guarda Austin, o protagonistas dos meus sonhos de uns dias pra cá havia me salvado novamente.
Nós ficamos cara a cara, nos encarando até Alex perguntar – você ta bem?
Annalu – ah...to sim –disse saindo dos braços de Austin. O mesmo ainda me olhava sem dizer nada.
Melinda – vocês tão indo pra onde?
Alex – ah íamos dar uma volta por ai.
Melinda – nós estamos indo pro Shopping... Porque vocês não vêm também?
Alex – seria uma boa.
Robert e Emma – NÃO!
- o que houve?? – falei fitando os dois.
Robert – não vou com essa chata. – falou apontando pra Emma
Emma – Eu chata? Você que é um prepotente arrogante.

Austin On

Pois é achei estranho isso, sempre soube que eles se odiavam mas tanto assim é de mais. Logo meus pensamentos foram interrompido por um grito.
Annalu – Eii chega de briga –ela falou em um tom superior ao deles – logo começou uma pequena “discussão” já estava chato então decidi interromper
- Então esta certo vamos todos ao Shopping – logo segui em direção a porta, mas ouço um barulho é era ela novamente o menina desastrada ela havia dado de cara na porta de vidro
– Você esta bem? Esta doendo muito?  -  eu disse acariciando sua testa, a mesma falou algo que eu não escutei
- como eu não entendi? - Perguntei confuso para a mesma.
- Não esta doendo muito, obrigada. - Ela falou levantando.
 Annalu – Então pessoal sem condições de eu ir, pelo menos não com essa testa desse jeito esta horrível eu acho que vou tomar um remédio e ficar por aqui mesmo.
Emma – Não tudo bem eu fico com você, já não estava muito a fim de ir mesmo – ela disse encarando o Robert o mesmo a ignorou.
Annalu – Imagina se eu vou estragar o dia de vocês eu vou fica bem é sério – Não estou acreditando ela não vai ir eu preciso fazer alguma coisa a gente não conversou depois do beijo que dei nela, Austin se ta louco é? Para de pensar na garota por um impulso me intrometo na conversa
– Não, vamos fazer o seguinte eu fico com a Annalu e vocês vão eu não estou a fim de sair pode ser? -  Falei arqueando minhas sobrancelhas
Annalu – Imagina eu não quero incomodar ninguém eu já dis.. - Fui interrompendo a mesma
 – eu já disse que eu fico com você e pronto ok? A mesma não tinha escolha até por que eu iria ficar de qualquer jeito apenas assentiu com a cabeça, logo todos haviam saído de casa estávamos apenas nós sozinhos era tão estranho estar perto dela é como se eu conhecesse a muito tempo me sentia bem ao seu lado  ela estava me viciando era uma completa droga para mim.

Annalu On

Bom Austin decidiu ficar comigo eu não tinha escolha e então apenas assenti com a cabeça, todos haviam saído estávamos lá parados um olhando para a cara do outro isso era constrangedor, mas o fato de saber que ele estava aqui me deixava tão bem, tão segura fui interrompida de meus pensamentos por uma voz tão doce e seduzente era ele.
Austin – Ei isso está inchado é melhor você tomar algum remédio vem vamos lá – o mesmo me levava até a porta a onde ele estava me levando?
 - Ei a onde estamos indo? - Perguntei confusa
Austin – Até a minha casa, para você tomar algum remédio, vem logo! - Ele disse me puxando, mas eu o interrompi.
- Austin eu tenho remédio aqui não precisamos ir até a sua casa – falei e pude sentir uma pontinha de decepção.
Austin – Ok eu só queria ajudar – ele falou olhando para seus pés, a droga me senti mal agora cara ele só queria ajudar.
- Não tudo bem eu agradeço vem vamos até a cozinha lá deve ter alguma coisa – enquanto tomava um calmante para dor o mesmo vinha até minha direção com um saco de gelo logo depositou em minha testa não pude conter o grito
- AA nossa gelado isso!  - Falei assustando o mesmo com o meu grito
Austin- ah me desculpe mas é para o seu bem, ou você prefere ficar com essa bolota (cara que palavra mais idiota) na cabeça – ele falou me olhando com um leve sorrisinho no canto de sua boca não pude me conter e dei uma gargalhada
- A claro que não né ok pode colocar então – então ele continuou com o gelo na minha testa eu não conseguia olha diretamente em seus olhos por que eu sabia se eu o encarasse não iria me conter era tão estranho eu não poderia estar me apaixonando não por ele, mas espera por que não ele é livre e desimpedido e eu também que é isso meu deus será que da pra mim para de pensar nessas coisas eu devo estar surtando essa pancada na cabeça me afetou não sou eu que estou pensando essas coisas logo ele me interrompe.
Austin -  Então  no que esta pensando? -  Cara pra que se que saber eu pensei?
- a nada de mais besteira, então o que vamos fazer? já que eu não vamos mais sair – perguntei para ele para disfarçar.
Austin – Eu não sei ... A me mostra seu quarto – ele logo disse e eu fiquei tipo O_o eu que bato a cabeça e ele que fala besteira.
- Meu quarto? Ok então vamos lá – Não me perguntem por que eu disse isso eu também não sei ¬¬
Nos dirigimos até meu quarto bom ele estava bem arrumado por que eu tinha chegado a pouco sorte minha né meu quarto era comum uma cama de casal, uma penteadeira, parede lilás, um armário e na parede um painel com fotos minhas e de meus amigos. Austin fitava tudo atento, ele logo andou ate o painel de fotos e falou.
Austin – quem são?
- meus amigos do Brasil, e algumas fotos de família.
Austin soltou um gargalhada gostosa e disse.
Austin – acho que conheço esse garoto gordinho aqui.
- Onde? – falei me aproximando dele
Austin – esse – ele apronto para um foto minha e Robert quando crianças.
- é o Robert, o adorável e chato Robert. – eu ri me lembrando bem do dia que a foto foi tirada.

Flashback On

- Robert devolve minha boneca. – eu falava enquanto corria atrás do mesmo pelo jardim da casa dele.
Logo o mesmo subiu na sua casa da arvore me deixando lá em baixo, logo inúmeras lagrimas corriam meu rosto sentei-me no gramado abaixo da arvore e pus-me a chorar, com a cara entre os braços cruzados sobre os joelhos, ali fiquei ate sentir alguém sentar ao meu lado, uma pequena mão tocou meus cabelos e um voz de menino falou.
xXx- você está bem?
Eu levantei minha cabeça e vi um garoto com cabelos castanhos claros, olhos verdes intensos e com um sorriso largo nos lábios, eu seguei algumas lagrimas e comecei a falar com a voz ainda um pouco chorosa.
- Robert roubou minha boneca, minha boneca preferida.
XxXx- hey não chore Rob é mesmo um bobo, vem vamos, eu acho que vamos tirar algumas fotos com o aniversariante se ele descer da arvore é claro. – ele levantou me estendendo a mão, eu aceitei, e lá fomos nós a onde a festa de 9 anos de Robert ocorria.

[...]

- Sorriam crianças – disse tia Mandy, logo o aglomerado de crianças fez o que ela pediu, antes da mesma tirar a foto senti uma mão entrelaçar na minha e olhei para o lado e vi o mesmo menino que me fizera sentir-me bem. Logo um flash se deu a foto havia sido tirada, eu e o garoto saímos se olhando e com as mãos entrelaçadas.

Flashback off

- hey annalu quem essa garota? Annalu, Annalu – balancei minhas cabeça me desfazendo das lembranças e dei atenção a Austin que me perguntava algo.
- ai me desculpe estava detraída.
Austin – tudo bem, mas bem quem é essa garota. – ele apontou para mim ao lado do garoto com a mão entrelaçada na mão do mesmo.
- sou eu. – falei pegando a foto do mural e sentando na cama.
Austin – Como?? – ele falou surpreso me seguindo e sentando ao meu lado.]
- eu disse que essa garotinha sou eu.
Austin – você sabe quem é esse garoto ao seu lado na foto?
- não nunca soube o nome dele.
Austin – o nome dele é Austin.
- Como? – perguntei espantada eu havia mesmo escutado Austin?
Austin – esse garotinho sou eu.
Ele não tinha falado que aquele garotinho era ele né? Eu estava escutando para mais, não podia ser verdade ou podia?

Continua>>>

Oi gatinhas desculpa a demora tinha esquecido que não tinha postado aqui ahsahshas'.