31 de jul de 2013

Endleyssly Capitulo 14 - Reencontro...


Autora On

E como Dave havia sugerido Austin pegou um avião sumo a San Antonio, para rever sua amada Annalu.
- eu estou voltando. – sussurrou o rapaz assim que ouviu que o avião pousaria. Austin estava preocupada com o fato de que Ann ainda estivesse brava com ele, mas pudera, ele havia se ido sem ao menos se importar de estar esperando um filho dele.
Austin entendia a raiva de Annalu, mas estava disposto a se redimir, faria o possível e o impossível para ter sua garota de volta.

Não demorou muito e Austin já estava em solo texano, e seu sorriso demostrava o quanto isso o fazia bom, voltar as origem, mas esse não era o motivo principal, ele esboçava esse sorriso por sabia que iria ver Annalu e quem sabe o filho dos dois. A ideia de ser pai não assustava mais Austin de certo modo ela parecia se acostumado com isso, os atos do passado fora causados pelo susto da noticia, ate por que ser pai tão novo não era o que ele queria e pensava ele que nem Ann.

Austin On

Fitei o imenso corredor do aeroporto e sorri, deslizei meu celular para fora do bolso e digitei uma mensagem para Dave, dizendo que havia chegado bem, não demorou muito e logo recebi sua resposta.

“já falou com a sua garota?”
“mal sai do aeroporto” respondi-o

“lerdo você irmãozinho”

“cala a boca, idiota haha”

Mandei e logo guardei o celular no bolso, olhei para frente e fitei minha amada San Antonio, mais linda impossível sorri com o pensamento.

Estou chegando Annalu, pensei caminhando ate uma revendedora de carros coloquei um óculo escuro e seu boné, pois temia ser reconhecido por algumas garotas.

- em que posso ajudar? – perguntou um dos vendedores.
- quanto custa aquele ali? – perguntei apontando para uma linda range rover vermelha.
- bom esse é um dos carros mais caros da loja senhor. – disse o rapaz explicando.
- isso não me importa, quero-o e vou pagar com dinheiro vivo. – disse eu convicto.
- está certo senhor, fez uma boa escolha. – disse o rapaz supresso, pelo jeito eu tinha sido o único a entrar ali e compar um carro tão caro e pagá-lo com dinheiro vivo.
...
- aproveite bem seu carro senhor. – disse educadamente o rapaz que me atendera entregando-me a chave do lindo carro, eu peguei a chave a caminhei animadamente para o estacionamento do estabelecimento, logo avistando meu lindo carro.
Entrei no veiculo pus a chave na ignição e sorriu, agora sim poderia ver minha pequena Annalu.


Annalu On

- hey ann, já são 6:30pm. – senti alguém cutucar meu ombro, eu abri meus olhos e vi minha tia, ela sorria.
- o que houve? – perguntei ainda sonolenta.
- quando cheguei encontrei você e Jev dormindo, creio que dormiram vendo tv. – explicou ela.
- ah sim, lembro-me de estar vendo alguns clipes do Justin Bieber com Jev. – disse ajeitando Jev melhor no sofá, o pequeno havia dormido sobre mim.
- querida é melhor você se arrumar e comer algo já está quase na hora de ir trabalhar. – disse minha tia.
- claro já estou indo, cuida dele pra mim. – disse levantando-me.
Ela apenas assentiu, subi as escadas e logo percorri o corredor ate meu quarto, eu tomaria um banho, um relaxante banho. Despi-me, espreguicei-me para desfazer-me de um incomoda dor na costa, liguei a ducha e pus-me debaixo deixando a agua um pouco gelada tocar minha pele fazendo arrepiar-me um pouco, logo a agua ficou morna, então permiti-me ficar mais de baixo da ducha e lavei meu cabelo, passando a mão por toda a sua extensão, que agora estava mais comprido do que anos atrás.

Depois de alguns minutos eu sai com o cabelo enrolado na toalha e enrolada em uma toalha, logo fui atrás de minha roupa, como de costume uma calça jeans, um blusa e uma jaqueta de jeans por cima, era o que eu sempre usava para trabalhar, o mais confortável.


Uma leve maquiagem e meu cabelo com sempre solto. Olhei-me no espelho e admirei-me por alguns minutos ate ver atrás do espelho Jev, ele tinha em mãos o cobertor de “estimação” e coçando os olhinhos de forma fofa.
- você já vai mamãe? – perguntou ele vindo ate mim, o pequei no colo e disse.
- sim meu amor, daqui a pouco estou indo. – falei afagando o cabelo do pequeno.
- ainda vai me por para dormir? – perguntou ele inocentemente.
- claro meu pequeno, venha deite aqui. – falei largando-o e apontando pra minha imensa cama, logo ele deitou posa cabeça calmamente sobre o travesseiro e olhou.
– deita aqui comigo mamãe. – pediu-me ele, assim fiz, deitei ao seu lado e logo comecei a acariciar seu cabelo, uma das coisas que ele mais gostava, não demorou muito e ele já estava em um sono profundo, me levantei calmamente da cama e o tapei, dei um leve beijo em sua testa e logo desci as escadas, avisei a titia que já estava indo, dei-lhe tchau e parti rumo ao meu emprego, que não era muito longe.

[...]

 -já está terminando ai Ann? – perguntou Lili uma das garotas que trabalha comigo, a noite/madrugada havia sido tranquila, poucos clientes como de costume, por isso adorava trabalhar nesse horário. Eram quase uma e meia da manha e eu fechava o caixa.
- prontinho. – disse a Lili.
- netão já podemos ir, já tranquei tudo, - disse ela sorrindo, eu apenas assenti, tirei meu colete da lanchonete e deixei-o sobre o balcão, peguei meu casaco e acompanhei Lili ate a saída, ela trancou a porta e os despedimos e seguimos caminhos opostos.

...


 Um 30 minutos de caminhada e eu não aguentava mais o frio, era fim de verão e o outono já dava sinais de que estava chegando, me aconcheguei mais em meu casaco e pus as mão nos bolsos. Mais 10 minutos e senti que estava sendo seguida, virei meu rosto e vi um carro não o reconheci, mas vi que o mesmo era vermelho, e os vidros pretos, me assustei e andei mais rápido, fazendo o carro acelerar também, aquilo estava ficando sinistro, quando eu iria começar a correr ouvi alguém me chamar, aquela voz, não, não podia ser ele ou podia? Virei-me lentamente e vi Austin, ele estava mais alto, encorpado, academia talvez, ela sorria, estava lindo admito, mas isso não mudaria nada do ódio que estava sentindo, ele havia me deixado.

Continua...

Heey lindas, mais um capitulo pra vocês, espero que tenham gostado. Finalmente o reencontro o que vocês acham que vai acontecer? Annalu gostou ou não?? Comentem.

Yesterday foi meu aniversario, finalmente alcancei o Austin, 17 years now \o/. 
Festa com as amigas ontem <33 Sou a maluca que acha que é roqueira hahaha


Continua com 7 comentarios...

26 de jul de 2013

Endleyssly Capitulo13 - Nova Vida..

Esse é Jev <33

3 anos depois...

- Jev não corra pela casa, você pode cair. – dizia Annalu ao pequeno garoto de dois anos que corria um pouco apresado e desajeitadamente pela casa.
- sorvete mamãe, sorvete. – gritava o pequeno menino enquanto ouvia a musica do carro de sorvete.
- você acabou de almoçar. – balbuciou Annalu conseguindo alcançar o garoto antes mesmo dele abrir a porta.
- eu quero sorvete, mamãe. – falou ele com os olhinhos triste, ann o fitou e logo disse.
- se eu ganhar um abraço e um beijo você pode ganhar. – o pequeno garoto entrelaçou as pequenas mãozinhas no pescoço de Ann e a apertou forte, e logo grudou os pequenos lábios na bochecha da mãe.
-agora posso ganhar mamãe? – perguntou o garoto olhando no rosto de Annalu, a mesma o fitou e naquele momento viu Austin no seu pequeno filho. Droga, pensou ela, era sempre assim, quando ela ficava fitando Jev por muito tempo ela via Austin em seus olhos, boca, em tudo. Jev era uma versão miniatura de Austin, o que às vezes irritava Ann, por ate mesmo algumas manias do rapaz Jev tinha herdado.
- claro pequeno, vamos ate a cozinha. – disse a garota desprendendo-se de seus devaneios.

[...]

- mamãe tia emma irá vir aqui? – perguntou o garoto enquanto Ann colocava uma roupa no mesmo.
- eu não sei querido. – disse Ann, colocando-lhe uma camisa.
- Eu queria tanto brincar com Enzo. – balbuciou o garoto com algumas palavras eradas por conta de sua idade.
- quem sabe ela não venha. - -disse Ann pegando seu pequeno no colo e indo em direção da sala, desceu as escadas vagarosamente, não havia ninguém em casa além dela e de Jev. Robert havia comprado uma casa e mudou-se para lá junto de Emma e Enzo, e sua tia Mandy como sempre estava atarefada demais com o trabalho, então praticamente Ann ficava sozinha com Jev. Ann havia arrumado um emprego pela noite com caixa de uma lanchonete 24 horas, nada que lhe desse muito dinheiro, mas era o suficiente para ela e seu pequeno viverem.
- mamãe você irá trabalhar hoje? – perguntou o pequeno se ajeitando no colo da mãe, Ann como costume começou a acariciar os cabelos do pequeno enquanto o respondia.
- sim meu pequeno. –balbuciou Ann.
- eu queria ficar com você hoje. – disse o garoto a olhando
- eu não posso querido, preciso trabalhar. – explicou Ann ao filho acariciando o rosto do mesmo.
- tudo bem mamãe, mas promete que antes de ir me coloca para dormir? – perguntou o pequeno garoto olhando a mãe.
- e claro pequeno. – disse Ann sorrindo, fazendo o pequeno garoto sorrir junto.


Em Miami...

- ainda não acredito que estou de férias. – balbuciou Austin.
- e eu não acredito que você vai fazer 19 anos, parecia que foi ontem que você tinha 14 anos e postava vídeos no youtube. – falou Michele mãe de Austin.
Falar de coisas do passado fez Austin lembrar-se da mais importante, Annalu, como será que ela está? Ainda deveria estar linda ao pensar de Austin, agora com 18 anos Annalu deveria estar mais perfeita. Outra coisa veio a mente de Austin. Como estaria o filho ou filha dos dois? Pelas contas de Austin acriança devia ter 2 anos e meio, não mais que isso.
- no que está pesando “irmãozinho”? – perguntou Dave se aproximando de Austin.
- em Annalu. – falou Austin
- conte-me uma novidade. - brincou Dave rindo. Era sempre assim se austin se calasse e fitasse o chão não precisava perguntar-lhe no que pensava, com certeza era em Annalu.
- meu filho deve estar quase completando 3 anos. – balbuciou Austin, Dave o olhou e logo disse.
- você queria esta lá não é?
- é o que mais quero. – disse Austin olhando o amigo.
- então vá Austin, você está de férias, aproveita. Vai lá e diz para Annalu o que sente e que não parou de pensar nela em todos esses anos.
 - você acha? – perguntou Austin
Assentiu Dave
- vá logo. – acrescentou.
- você está certo, San Antonio ai vou eu. – disse Austin levantando de pé.

Então era isso ele voltaria a San Antonio, para quem sabe resolver as coisas com sua amada Annalu...Quem sabe.

Continua...

Nova face na fic e ai o que acharam?? Será que Ann vai gostar de ver austin de novo??
Comnetem muitoo.

Continua com 6 comentarios..

25 de jul de 2013

Endleyssly Capitulo 12 - Pequeno presente.


Narradora On

- meu deus ele é lindo. – disse Mandy com o sobrinho nos braços.
- é mesmo mamãe. – falou Robert tocando os pequenos dedinhos do recém-nascido.
- ele parece com Enzo quando nasceu. – falou Emma toda emocionada.
- Enzo é belo como eu. – disse Robert todo convencido
- claro. – debochou Emma.
- está zombando de mim? – perguntou Robert se aproximando da garota e fazendo cócegas na garota que já ria descontroladamente, fazendo o rapaz rir junto dela.
- te amo. – disse a garota encostando a testa junto ao do rapaz, o mesmo sorriu e deu-lhe um selinho.
- eu também a amo.
Mandy observou aquilo sorrindo, ela estava feliz em ver que alguém estava feliz, e nada melhor que seu filho, ela se sentia completa seu pequeno/grande Robert sorrir.

Já em outro canto do hospital alguém apreciava de um sentimento tão distinto, Annalu era praticamente consumida pela tristeza que era exposta por suas feição, ela se sentia destruída em saber que austin não esteve ali para ver sue próprio filho nascer. Annalu fitava o teto e gritava mentalmente o quanto odiava Austin naquele momento. Mal ela sabia que o garoto do outro lado do pais não parava de pensar nela um minuto se quer. Austin não estava diferente de Annalu também gritava consigo mesmo por ter sido um grande idiota, ele queria poder voltar atrás nas palavras, mas era tão difícil fazer tal ato estando tão longe, fugir não era possível, cercado de seguranças como sempre estava, dar um passo diferente chamaria atenção.
Então austin limitava-se a pensar em Annalu e em como ela estava, tentou ligar-lhe, mandar um e-mail, mas não obtinha resposta em nada que fazia, ele já pensava que Annalu havia o esquecido. Pobre Austin mal sabia que sua pequena pensava nela naquele exato momento, em um quarto de hospital logo após de ter dado a luz ao filho dos dois, um belo menino, ao qual Annalu pensava em um nome.

[...]

 - o que acha de Lucca? - Perguntou Emma a amiga enquanto a mesma estava deitada assegurando o pequeno garoto nos braços.
- acho que ele tem cara de Jev. – disse Ann sorrindo ao lembrar da onde havia tirado aquele nome, livro Silencio da saga Hush Hush, Jev era o verdadeiro nome do sedutor e enigmático anjo caído Pach, aquém Ann sempre teve um paixão, sempre o imaginava como Avan Jogia, ela sempre acho ele bonito.
- que tipo de nome é Jev? – perguntou Emma em um sobressalto.
- de certo modo é um nome místico. – disse Ann
- se você gosta. – disse emma dando de ombros.
- é um belo nome disse Mandy se intrometendo na conversa, Anna sorriu a ela como se dissesse “eu sei disso”.


E assim elas ficaram ali escolhendo o nome do pequeno, mas que para Annalu já estava decidido seria Jev, era um belo nome, e pareci trazer coisas consigo, de momento Ann decidiu por esse nome em seu pequeno na esperança de olha-lo e lembrar-se do Jev do livro e não em Austin, pois mesmo ela não querendo o pequeno garoto era a cara do pai, os cabelos castanhos no mesmo tom, os lábios grandes e o nariz que lembrava muito o de Austin. Como Ann faria? Sempre que olhasse para o menino lembraria-se do pai dele, de modo que sua nos não iria diminuir. Droga porque a vida é assim, ela te dá coisas boas, mas coloca nelas coisas que te fazem lembrar-se de coisas/pessoas que te machucaram, era o caso de Ann, ela tinha o pequeno Jev, mas junto dele tinha lembrança de Austin, seu doce e amado Austin, aquém ela nunca esqueceria e esperava que o mesmo também assim fizesse.

Continua...

Bom gurias eu sei ta pequeno, mas estou escrevendo sozinha os capitulos, está meio dificil porque não é sempre que estou animada e com ideias para escrever, desculpem a demora. 
No proximo capitulo a fic estara em nova fase.

Continua com 6 comentarios...

22 de jul de 2013

Endleyssly Capitulo 11 - Elá é minha garota...



Narradora On

- seja forte. – balbuciou Robert segurando firme a mão da prima na sala de parto, na ausência do pai, o rapaz e sua mãe foram às pessoas designadas para acompanhar a garota no parto.
- fique calma e faça o máximo de força que conseguir. – balbuciou a médica
A garota apenas assentiu e faz o que havia sido pedido, naquele momento el podia ouvir o som da voz de austin dizendo que a amava e que tudo ficaria bem, mas por que ela ainda lembrava dele? Simples ela era completamente apaixonada por ele, e aquele momento ela estava em trabalho de parto de um filho dele.

[...]

E as horas passaram tão devagar o que causava mais nervosismo a Emma que se encontrava na sala de espera sem nenhuma noticia de Annalu e o bebe, ela sabia que era demorado, mas nunca havia ficado do outro lado da situação. Uma das coisas que ela mais odiava era esperar, era tão tedioso e causava-lhe agitação, ficar parada não a fazia bem.
O silencio era outras coisas que incomodava Emma, apenas às vezes eram ouvidos alguns passos de sapatos com salto se chocarem com o piso do corredor, o que causava certa agonia em Emma. Muitos médicos passavam por ela, mas nenhum tinha alguma informação, o que a deixava mais apreensiva.

Austin On
 Fazia exatos 5 minutos que eu havia saído do palco, a mesma sensação de que algo acontecia ainda era presente, eu sentia que Annalu precisava de mim.
- merda. – disse chutando algo, uma mochila talvez.
- hey calma ai. – disse Dave para mim.
- me deixa. – disse atirando-me no sofá que existia no camarim.
- o que aconteceu? – perguntou Dave olhando-me preocupado
- não é nada.  – disse virando-me de lado, não queria falar sobre aquilo. Fitei o couro preto a minha frente e logo fechei os olhos e as imagens de nossa ultima noite juntos veio a minha cabeça.

Flashback On
Annalu olhou-me nos olhos e sorriu, logo mexeu-se como se dissesse “estou pronta”, eu sorri para ela e então dei a primeira investida, parei e olhei para baixo, a junção de nossos corpos, senti Annalu tocar minha nuca, deixando ali marcas de suas unhas.
- pode ir. – disse ela com a voz falha e descompassada, eu nada disse apenas iniciei os movimentos. Arrastei uma de minhas mãos pela lateral do corpo de Annalu e subi ate tua mão que se encontrava em meu ombro e conduzi ate o alto de nossas cabeças, entrelacei nossas mãos e a olhei nos olhos, os dela estavam fechados e sua boca entreaberta, gemidos eram soltos por ela, e eu não estava diferente, mas tinha meus olhos bem abertos, queria vê-la. Suas expressões, seus gemidos, sua voz, tudo me causava sensações, como eu a amava, eu a amo muito.
Ela abriu seus olhos e viu eu a observando sorriu e logo puxou-me para um beijo, continuávamos com as mão entrelaçadas logo acima da cabeça, e agora ela acariciava minhas costas com a outra mão, causando-me arrepios.
- Annalu. – disse terminando o beijo, eu estava ofegante assim como ela.
- eu te amo. – disse ela apertando minha mão, eu a olhei e também fiz o ato, apertei sua mão, amentando a velocidade de minhas investidas, que agora eram rápidas e ágeis, fazendo os gemidos de Annalu serem praticamente gritos, não tão diferente dos meus. Era tão insano, mas tão bom.

Ficamos mais alguns minutos naquilo e logo meu corpo foi sendo tomado por uma onda de prazer, meu corpo tremeu e eu cheguei ao meu máximo que foi acompanhado pelo um gemido estrondoso. Annalu docemente disse meu nome enquanto atingia o máximo, e apertou meu ombro com a mão livre e apertou mais a minha mãe que estava junto a sua.
- eu também a amo, muito. – disse deixando-me repousar levemente sobre seu corpo e deitando minha cabeça na curva de seu pescoço, sendo embriagado pelo perfume dela, o mais perfeito cheiro.

Flashback off

-austin, austin, AUSTIN ESTOU FALANDO COM VOCÊ GAROTO -  fui despertado de meus devaneios por Dave, eu cai ao chão com o susto que levei de seus gritos.
- qual é, Dave, quer que eu morra de susto? – falei levantando-me
- tentei te chamar calmamente, mas você parecia viajar no mundo da lua, e quem é Annalu? – como? – perguntei
- você repetiu esse nome varias vezes então “viajava”. – disse ele. – quem é? – perguntou com um sorriso travesso nos lábios.
Eu virei-me e costa, respirei fundo e disse.

- ela é a garota da minha vida.

Continua...

Ai deus que frio aaah. Serio to congelando aqui, não é nem 4pm e já ta fazendo 3ºc, eu to enrolada em um cobetor, e minha mãe disse que vai chegar a 0 hoje. Bom tirando isso está otimo. O que acharam do capitulo??
Se tiver bastante comentarios posto outro a noite.

Continua com 6 comentarios...

Selinhos...



Heey pessoas lindas, bom o blog ganhou mais 3 selinhos uhu. Os blogs lindos que deram o selinhos foram: Imagines Of Mahomie | Imagine Mahomie | 1D Imagine com Você
Obrigada gatinhas <33

Regras básicas:
- Escrever 11 coisas sobre seu próprio blog;
- Responder as 11 perguntas feitas pelo blog que indicou;- Indicar 11 blogs com menos de 200 seguidores;- Fazer 11 perguntas pra quem indicará.

Coisas sobre o blog:

1 - Eu criei ele depois de muito pensar se deveria ou não.
2- esse blog tinha 3 postadoras no inicio, mas uma delas deixou de ajudar na fic :(
3 - esse blog tem duas postadoras, a diva Mila e eu Nana.
4 - nunca estou satisfeita com o layout do blog (hahaha)
5 - o blog não tem elite de afiliados no novo layout pq eu fiz a proeza de apagar ~sim sou uma lerda~
6- o blog antes se chamava Say Somenthing 
7 - Tive a ideia do novo nome do blog por que tenho uma pagina no facebook que se chama Oh My Austin Brazil e seria legar colocar o nome do blog de Oh My Austin Fic hahaha.
8- já pensei em deletar o blog por falta de tempo para postar.
9 - Já tentei deletar, mas não tive coragem.
10 - a ideia inicial da fic nunca foi da Annalu engravidar, mas como amo bebês em historias resolvi colocar.
11 - a fic não era para ter 2 temporadas, mas resolvi fazer :)

Perguntas do blog: Imagines Of Mahomie

1-Uma pessoa?
Niall Horan ~ele domina meus pensamentos~
2- Um programa de tv?
Panico na Band hahaha
3- Uma música?
Best Song Ever 
4- Um filme?
Namorados para Sempre <33
5- Um inimigo?
Poseres do meu idolo
6- Um sonho?
Fazer um tour de um ano pelos USA
7- Três amigas?
Mila, Duda, Ana
8- Três amigos?
Meu Pai, Vitor e só kk
9- É fã de quem?
Austin, 1D, The Vamps, Andrew Constancio, Chris Beadles, Demi Lovato, Emblem3
10- Uma data?
12 de setembro de 2012 (conheci o austin esse dia)
11- Já assistiu Spring Breakers?
não, mas gostaria...

Perguntas do blog: Imagine Mahomie:

1-Já leu algum livro? Qual?
Bom eu li varios, mas o que eu mais gostei foi Hush Hush
2- Gosta de que tipos de fanfics?
As dramaticas ou de terror, gosto quando ela não é comum, quando o ator, cantor ou banda não é famoso, gosto quando eles são pessoas comuns. E como ser humano gosto de fics um pouco mais quentes.
3- Um amigo?
Meu boy Vitor <3
4- Uma amiga?
Maíra <3
5- Um esporte?
Basqueteeeeeee. I love
6- Um filme?
Para sempre namorados
7- Um objetivo?
Meu celular
8- Um lugar?
Londres
9- Uma pessoa?
Niall Horan <3
10- Série preferida?
Sobrenatural

Perguntas do Blog: 1D Imagine com você

1. Uma pessoa bonita?
Austin Mahone
2. Filme favorito?
Tem Muitos
3. Qual o modelo do seu celular?
Smartphone On Screen, é o que diz na caixa hahaha
4. Onde gostaria de morar?
Nos USA (qualquer estado), Londres ou Irlanda <3
5. Tem  fc no twitter? Qual?
eu tenho é @Mahomie_V1D4L0K
6. Doces favoritos?
Brigadeiro e muse de maracuja haha
7. Uma música que você fica emocionada?
Little Things da 1D
8. Músicas favoritas?
Tem muitas, mas nesse momento tá sendo: Best Song Ever e Made In The USA
9. Quantos anos você tem?
16, mas dia 30 faço 17 ;)
10. Fanfics interativas favoritas?
Nesse momento nenhuma
11. Nome da sua melhor amiga?
Maíra :)

Blogs que repasso:
Imagines Of Mahomie
Imagine Mahomie
1D Imagina com você
Imagine tudo
Enchanted Dreams

Bom daqui a pouco eu posto o capitulo to terminando de escrever, ate mais.

16 de jul de 2013

Endleyssly Capitulo 10 - E agora..



Annalu On

E os dias passaram mais lentamente que uma tartaruga e a cada um que passava eu sentia meu coração quebrado, tentava juntar os cacos e tentar voltar ao normal, minha vida, essa teve mudanças, eu não frequentava mais a escola, um escolha minha depois de praticamente todas as garotas me ridicularizarem dizendo que eu havia engravidado de Austin por puro interessa, uma mentira, fiquei gravida dele antes da fama, isso era um fato.

- o que acha desse vestido? – perguntou-me Emma saindo do provador, aquele era o 10º vestido que ela experimentava, hoje seria a festa de dois anos do seu filho e como ela disse ela queria estar linda, um coisa nada difícil se tratando de emma.
- você está linda, como nos últimos 9 vestidos que provou falei.
Ela sorriu olhou-se no espelho e logo voltou a olhar pra mim.
- e você que roupa vai?
Eu pensei por um momento e notei que eu não havia escolhido nada ainda.
- ainda não tenho nada em mente. – disse calma, mas por dentro eu surtava de nervosismo.
- o que achas de comprar um? – perguntou-me ela alegre.
- não tenho dinheiro Emma. – disse envergonhada.
- eu compro pra você. – disse ela
- não posso deixar você gastar dinheiro comigo. – falei nervosa
- considere com um presente de aniversario. – disse ela sorrindo indo ate algumas araras de roupas. A segui.
- que acha desse Ann? – perguntou-me mostrando um lindo vestido azul.
 - é lindo. – disse eu
- ele ficará divino com seu cardigã de renda. – disse ela.
- bom ele é lindo, mas é caro. – falei mostrando a etiqueta de preço a ela.
- tudo bem é meu presente pra você. – disse ela pegando o vestido e levando junto ao que ela havia escolhido ate o caixa.

[...]

- Oh meu deus vocês está linda. – disse minha tia assim que viu-me descendo as escadas


- caprichou em Ann; - disse Robert levantando do sofá.
- obrigada, emma quem comprou. – disse sorrindo.
- minha loirinha sempre teve bom gosto. – disse robert sorrindo largamente.
- então vamos? – perguntou minha tia.
- claro. – respondemos eu e robert.

[...]

- nossa emma fez uma bela decoração. – disse minha tia assim que entrou na casa.
- eu ajudei. – disse Robert orgulhoso.
- era o mínimo depois de tê-la engravidado. – disse minha tia, fazendo-me rir da cara de Robert.
- vocês chegram. – ouvi a voz de emma, nos viramos e vimos ela ali toda linda com aquele vestido.


- oh meu deus isso tudo é pra mim? – falou Robert a puxando pela cintura.
- desencosta se não irá amassar o vestido. – disse ela
- não ganho nem um beijinho? – falo8u ele todo manhoso.
Emma revirou os olhos, mas logo o beijou, robert ficou com um sorriso de orelha a orelha.

Nosso momento foi interrompido pelos gritos do pequeno Enzo, ele corria gritando por Robert.
- hey pequeno, como você está bonito. – disse minha tia assim que o viu, robert pegou Enzo no colo e disse.
- você está parecendo o papai de tão gato.
- convencido. – disse emma rindo.
- admita esse meu corpo te deixa louca. – falou Robert apertando a cintura de Emma, a mesma riu e nada disse.

Austin On

- hey cara, são mais de 20 mil garotas ai fora vai e arrasa. – disse Tim para mim, eu sorri para ele, ajeitei minha blusa e subi no palco, olhei aquela multidão de garotas e tremi, nunca havia ficado tão nervo, hoje o dia está diferente.
Eu era show de apertura da torne da Taylor Swift, a Red Tour, eu estava tão alegre por isso, mas tão nervoso, iria ser o meu primeiro show.
- e ai pessoal. – ou elas gritarem. – eu sou Austin Mahone e hoje irei cantar What About Love.

Logo a melodia da musica começou, e eu comecei a acrescentar minha voz ao som, vi algumas garotas cantando, fiquei feliz, aquilo era sinal de que eu estava sendo reconhecido.

Eu sentia-me estranho, algo acontecia, eu sentia falta, vontade de ver Annalu era como se ela precisasse de mim, e com fazia com que eu cantasse a musica com mais intensidade, cada palavra proferida por mim era solta com sentimento e melancolia.
Droga o que está acontecendo??

 No mesmo momento em San Antonio...

Narradora On

- oh meu deus ela está em trabalho de parto. – gritou emma para robert, Annalu já se encontrava sentada no sofá e respirava ofegante as contrações eram fortes e causavam muita dor.
A menina nunca que imaginaria que o garoto decidiria nascer hoje, em plena festa, as 19 horas da noite de um sábado quente em San Antonio.
- temos que leva-la a um hospital. – disse Mandy, tia da garota.
- estou indo buscar o carro. – gritou Robert já indo ate a parte de fora da casa, enquanto Emma e Mandy ajudavam Annalu a se locomover ate o automóvel.
- droga por logo hoje garoto. – disse Annalu a sim mesma, em pensamento falando com o pequeno que carregava.
Bom então seria assim, eu ganharia o bebe sozinha sem austin, nossa com a vida é uma droga, tirando o fato de que ela tinha Emma, robert e sua tia Mandy, ela não tinha mais ninguém, aquele aquém ela queria do lado, devia estar em algum lugar do pais cantando suas musicas, que naquele momento de ódio pareciam tão idiota para Annalu. Ela exalava raiva, estava zangada por ele tê-la deixando, mas que droga por que tem que ser tão difícil viver.

Como dizem a vida não vem com manual de instrução, mas não sei uma má ideia se viesse, imagina quando desgostos evitaríamos, mas haveria outro lado também, dizem que são com nosso erros que aprendemos, pois bem mas dá tanto medo de errar, que as vezes erramos por medo de errar, deixamos de viver por medo de tudo der errado, mas veja, Annalu teve medo de errar e acabou por perder seu austin, agora estava ali indo rumo ao hospital onde teria seu pequeno, sozinha, sem austin ao seu lado, como a vida é, não;

Continua..

Oh meu deus Annalu vai ganhar o bebê, aaaa, como será o nome enhe?? Será que ele sera muito parecido com o Austin???
Comentem gurias.

Continua com 6 comentarios.

Selinhos+Aviso+Divulgação

Lindo, perfeito, tão meu <33


Hey princess, bom aqui quem vos fala é a Nana um das autoras do blog, esse post não é um capitulo como podem ter notado ava, mas bem estou aqui pra dizer que o blog ganhou dois selinhos uhules. Um da Jennifer Gabrielle do blog Clichê Adolencente e o outro do blog Enchanted Dreams.

O primeito selinho/tag se chama "Complete as Frases" e foi dado pelo CA

Regras:

-Passar pra 5 blogs
- Avisa-los sobre a tag

- Tem que comentar o blog que fez a tag ou seja o Clichê Adolescente.

Respondi:

1- Eu sou muito ironica.

 2- Eu gosto de ler.

3- Eu não suporto pessoas que se fazem de coitadas.

4- A vida é uma boa chance para aprender.

5- Quero visitar fazer uma Tuor de um ano por todos os estados amarecanos: Florida, Texas, Tennessee, Ohio tipo todos e passar um tempo em Londres.

6-  Eu tenho medo de ficar sem amigos.

7- Eu fico feliz quando vejo meus idolos sendo idiotas <3.

8- Blogar pra mim é vida.

9-  Sou fã da(o) de toda pessoas que sabe o valor que tem.

10- Meu estilo musical preferido é pop, pop rock e indi.

11- Sou muito ruim em demostrar o que sinto.

12- Quero ser escritora.

13- Adoro assistir series, de qualquer tipo, é um hobbie.

14- Quero aprender a dançar kkk.

15-  Eu nunca fui negativa. Dizem ate que sou otimista de mais que as vezes sonho acordada.

Segundo selinho:

Regras básicas:
- Escrever 11 coisas sobre seu próprio blog;
- Responder as 11 perguntas feitas pelo blog que indicou;- Indicar 11 blogs com menos de 200 seguidores;- Fazer 11 perguntas pra quem indicará.

Coisas sobre meu blog:

1 - Eu criei ele depois de muito pensar se devia ou não.
2- esse blog tinha 3 postadoras no inicio, mas uma delas deixou de ajudar na fic :(
3 - esse blog tem duas postadoras, a diva Mila e eu Nana.
4 - nunca estou satisfeita com o layout do blog (hahaha)
5 - o blog não tem elite de afiliados no novo layout pq eu fiz a proeza de apagar ~sim sou uma lerda~
6- o blog antes se chamava Say Somenthing 
7 - Tive a ideia do novo nome do blog por que tenho uma pagina no facebook que se chama Oh My Austin Brazil e seria legar colocar o nome do blog de Oh My Austin Fic hahaha.
8- já pensei em deletar o blog por falta de tempo para postar.
9 - Já pensei em deletar, mas nunca tive coragem.
10 - a ideia inicial da fic nunca fui da Annalu engravidar, mas como amo bebês em historias resolvi colocar.
11 - a fic não era para ter 2 temporadas, mas resolvi fazer :)

Perguntas para os blogs indicados:

 1- Um nome que acha bonito?
2 - Quantos anos têns?
3 - Fã de quem?
4 - Por que tem o blog?
5 - Um motivo para sempre escrever?
6 - Uma frase?
7 - Uma musica que têns escutado muito?
8 - Alguem que admira?
9 - Uma amiga?
10 - Um amigo?
11 - Um país?

Blog que indico:

Imagine tudo
Imagine One Direction
Enchanted Dreams

Ps: esses são os unicos bog que eu creio que mereceçam esses selinhos/tags

Aviso:

Bom gurias, eu fiz merda na minha elite de afiliados, então queria pedir por favor para que é afiliado do meu blog me dizer pra mim fazer a nova elite de afiliados, Ok? 

Divulgação:

Divulgando o blog Imagine Of Mahomie, leiam é otimo ;)

Ate o capitulo que eu estou escrevendo, talvez poste amanha ;D



11 de jul de 2013

Endleyssly Capitulo 9 - Ame...


Austin On

Annalu não saia de minha cabeça, as lembranças de nossos momentos juntos eram mais forte que tudo ela era e sempre será meu grande amor, mas eu não sei oque fazer, uma parte de mim dizia para ir até ela, mas outra me mostrava que a mesma não iria me aceitar bem a única coisa que posso fazer por enquanto era focar em minha carreira mostrar para ela que eu posso ser alguém mesmo que ela nunca tenha duvidado de meu talento. É isso eu vou seguir em frente vou fazer isso por ela e pelo meu filho e tenho certeza que ela terá muito orgulho de mim.
-Meu filho que cena foi aquela no aeroporto? Amanha todas as revistas estarão comentando, você tem noção de que isso pode prejudicar a sua carreira?
- Mãe agora não.. por favor me deixe aqui .
 - Mas filho eu só quero o seu bem.
- Se você quer mesmo o meu bem me deixe sozinho – Falei alterando o tom de voz, eu sei que ela não tem culpa, mas ela apareceu no momento em que eu não estou legal.
- Tudo bem meu amor – Ela falou me dando um beijo na testa.
Então depois disso adormeci, foi como se tivesse ido para outro plano e ela estava lá Annalu.. Mais linda do que nunca ela estava olhando – se no espelho e acariciando sua barriga que por sinal estava bem grande e a amostra, cheguei por traz da mesma e entrelacei minhas mãos ao redor de sua barriga e encaixei meu pescoço no ombro da mesma ela estava tão sorridente e falava.
- Olhe só meu amor nosso baby está quase chegando, eu estou tão feliz que você esteja ao meu lado – Logo ela foi se virando e entrelaçando seus dedos em meu pescoço ela olhava fixamente para meus olhos e aquilo me puxava a ela era como um imã.
- Meu  amor eu sempre estarei ao seu lado, irei proteger você e esse principezinho aqui – Falei agachando- me e beijando a barriga da mesma e então senti ele se mexer foi fantástico – Ele mexeu amor, mexeu – Estava muito eufórico.
- Ele gosta de você.. Né bebe você gosta do papai? – Ela falava manhosa – Cante para ele amor.
- Está bem.. 
Baby you can count on me. Cause your heart is in my hands..
Mas não consegui terminar a canção, pois fui acordado por minha mãe é isso mesmo tudo isso não passou de um sonho, um belo e perfeito sonho.

Annalu On

Acordar e ver que aquilo não erra um pesadelo e que tudo foi real desanimou-me, eu ainda tinha esperança de ser apenas um dos costumeiros pesadelos que me afetavam, mas não, eu estava sozinha, Austin havia mesmo me deixado, eu havia tentado me matar e mais eu estava gravida.

- bom dia Sunshine. – disse minha tia abrindo as cortinas brancas do quarto de hospital.
- ele não me parece tão bom. – disse ajeitando-me melhor na cama e fitando o teto.
- sei que será difícil isso, mas não esqueça estarei aqui, sempre. – disse ela sentando na cama e beijando minha testa eu sorri, mas não era verdadeiro.
- minha mãe já sabe? – perguntei fitando minha tia atentamente.
- não achei as palavras certas para dizer que a filha dela está gravida aos 16 anos. – disse ela brincalhona.
- no fim do mês faço 17. – disse advertindo-a.
- mas para mim continua sendo nova para cuidar de uma criança. – disse ela seria.
- sei disso, mas não escolhi ser mãe agora.
- você podia ter evitado. – disse ela levantando-se.
- sei disso, mas no momento não pensei em nada. – disse eu sentando.
Minha tia ficou um curto tempo fitando a parece frontal do quarto onde havia a porta, mas logo começou a falar.

- sabe, quando Robert me contou que Emma estava gravida e ele era o pai e vi toda a minha historia se repetir, também fiquei gravida muito cedo, sofri por isso, meus pai me expulsaram de casa, tive que ir morar com seu tio de favor na casa dos pais dele, não fui maltrata lá, mas nunca fora bem vista, era como se eu fosse a culpada de tudo. Não pude concluir o ensino médio, e seu tio tinha um sonho, assim como austin, ele queria viajar pelo mundo, conhecer cada canto desse grande mundo, mas seu sonho foi destruído com a noticia de minha gravidez, ele teve que largar tudo e arrumar um emprego para sustentar a mim e ao nosso filho que está por vir, fui difícil, mas nunca me arrependi de nada, pois ver o que Robert se tornou me dá orgulho. E bem, estou contando isso para que você possa entender que não será fácil, mas no final tudo da certo. – ela voltou a sentar do meu lado, tocou minha barriga e disse.
- ame essa criança muito, de toda a atenção e carinho que ela precisa, nunca a culpe pelo que houve, afinal ela não é culpada, apenas a ame.

Eu apenas assenti, ela estava certa eu apenas devia amar essa criança, afinal ela era o fruto de um amor, um amor que eu temia nunca mais poder viver.

Continua...

E ai o que acharam?? Austin está tendo uma atitude um pouco ruim não acham? Mas ele está nervoso é complicado saber que será pai.
Bom comentem lindas.

Continua com 7 comentarios...

7 de jul de 2013

Endleyssly capitulo 8 - E é vida que segue...

"É tão mais facil desistir.."

Robert  On

Ver Annalu naquele estado fez eu me sentir destruído por dentro e querer acabar com Austin, pelo que eu sei ele irá voltar para Miami hoje, mas não antes de eu acertar as minhas contas com aquele infeliz. Segui até o aeroporto para ver se o encontrava por lá e pelo visto eu o acharia, pois havia uma multidão de garotas com cartazes e gritando como loucas, passei por entre elas que quase me deixaram surdo e lá estava ele posando para fotos e dando autógrafos, cheguei perto do mesmo e o virei para mim dando-lhe um soco em seu rosto.
- Seu babaca, você acabou com a vida dela – o mesmo cai no chão com a mão em seu rosto, logo seus seguranças me agarraram e me impediram de chegar perto do mesmo que estava sendo amparado por sua mãe e mais uma pessoa que estava com ele – Você pode até ir embora, mas antes eu tinha que fazer isso, pois você quase a matou desgraçado e não pense que ficara assim – Meu sangue fervia queria socar a cara dele, mas era impedido por aqueles imbecis.
- Robert eu me arrependo do que eu falei, eu estava com a cabeça a mil.. E eu estou começando a minha carreira- logo o interrompi.
- Não quero saber de seus motivos idiotas, dessas suas desculpas, só vim te avisar que não ficará assim, e só para você saber Annalu está neste momento em uma cama de hospital e sim é tudo por sua culpa.
- Espera Robert! Como assim em um hospital? Oque ela tem? E o nosso bebe?
- Agora você está preocupado? Esqueça a gente Austin, agora você tem o que você sempre quis isso tudo – Apontei para a multidão que estava atenta a nossa discussão.
- Robert você sabe que isso tudo era meu sonho, mas.. Então Annalu apareceu e eu estou confuso, não me condene você sabe que eu a amo e aquele dia eu estava fora de mim, por favor, vamos conversar em outro lugar?
- Eu já lhe falei tudo que tinha pra falar agora faça o que quiser, siga sua vida e nos esqueça definitivamente – No mesmo momento que iria sair daquele lugar Austin me arrastou até uma sala que havia no aeroporto- Você está ficando louco? – perguntei indignado.
- Robert, eu amo Annalu eu quero ficar com ela, quero cuidar de nosso bebe quero lhe dar uma vida digna, eu sou novo ela também temos uma vida inteira pela frente, quero lutar ao seu lado eu preciso que ela me entenda só que para isso eu preciso continuar minha carreira você mesmo sabe que é meu sonho.
- E você acha que com palavras bonitas irá me convencer?  Pois está enganado e saiba que eu irei abrir os olhos de Annalu em relação a você.
- Você mencionou de ela estar em um hospital, que história é essa?
- Bem meu caro Austin, Annalu ouviu uma garota dizer que lhe beijou então ela tentou tirar a própria vida – Falei com um nó na garganta
- como? – perguntou ele
- ela cortou os pulsos idiota, e tudo por sua culpa. – disse eu levantando-me do sofá onde eu estava sentada.
- não foi minha culpa, foi aquela garota que me beijou. – disse ele defendendo-se
- mas claro. – disse irônico. – não minta Austin, quer saber apenas esqueça que a Annalu esteve na sua vida. – disse saindo daquele lugar, voltando pra meu carro, apoiei minha cabeça no volante e suspirei pesadamente e disse alto.
- prometo não deixar Annalu sofrer de novo.
Logo liguei para Emma.

~Ligação On~

- Robert onde você está? – perguntou ela assim que atendeu.
- por ai. – disse calmo olhando o transito a minha frente.
- bom você podia vir pra minha casa?
- você não estava no hospital?
- sua mãe chegou lá e pediu pra mim ir embora.
- hum, então em 20 minutos eu chego ai.
 Disse e terminei a ligação.
[...]
Não demorei muito para chegar a casa de Emma, logo que entrei  na casa vi emma com o pequeno  aos  prantos, eu corri ate ela e o peguei, abraçando e cantando alguma canção de ninar.
Logo ele se acalmou e deitou a cabeça no meu ombro e entrelaçou seus pequeno dedos nos meu cabelo, um habito que ele adquiriu.

Austin on


Depois da conversa com Robert permiti-me chorar, entrei no avião aos prantos, por um minuto pensei em desistir de tudo, mas eu sabia que Annalu nunca mais me ace9itaria, o que me restava a fazer era viver minha vida, construir minha carreira como cantor e quem sabe um dia voltar a ver Annalu, assim espero.

Continua...

Desculpa a demora, problemas :'(

Continua com 7 comentarios....